5 Pontos a observar na primeira visita a um lar de idosos

Por Mariana Camargo , 21 de Junho de 2021 Lares e Residências


​A decisão de colocar um familiar idoso num lar de idosos não é fácil para grande parte das famílias, havendo constrangimentos emocionais. As famílias podem ficar preocupadas em como os idosos serão tratados no lar, e por isso o Lares Online decidiu apresentar-vos 5 pontos a observar na 1ª visita a um lar de idosos.

Há diversas situações em que a ida para um lar é a melhor opção para o idoso que necessita de cuidados com a saúde sem perder contatos sociais necessários para o bem-estar mental. Por isso, é importante que saibamos quais são os pontos importantes na escolha de um lar.

Para o idoso, a qualidade de tratamento e a energia do lar são extremamente importantes para que a experiência seja positiva desde o primeiro contacto. Veja agora os pontos que acreditamos serem os mais importantes na primeira visita a um lar de idosos.



1. Qual é o estado dos residentes idosos?

Quando visitamos um lar de idosos, podemos identificar qual é o estado dos residentes, eles estão a conversar ou estão letárgicos? Parecem dar-se bem ou nem falam entre si? 

A socialização dentro de um lar é extremamente importante para o conforto e a ambientação dos idosos na sua nova realidade.


Perceber como os outros residentes idosos estão pode dar-nos a ideia de como o nosso familiar se sentirá ao viver naquele local.



Combater a solidão dos idosos é um dos principais benefícios dentro de um lar de qualidade. E com isso, há um grande impacto na saúde mental dos residentes idosos, e consequentemente, menor número de casos de diversas doenças relacionadas com a componente psicológica.

A condição dos residentes pode também dar-nos indícios de como é o trabalho dos profissionais desta instituição, se as medicações são dadas em doses corretas e se os idosos são estimulados a interagir entre si.



2. Como lhe parece a higiene do lar?


A limpeza é essencial tanto para a manutenção da saúde quanto para a adaptação de indivíduos em qualquer circunstância, e em lares de idosos não seria diferente. Na sua primeira visita a um lar, preste atenção a cheiros desagradáveis no local, e observe se há profissionais de limpeza nas áreas comuns da instituição.

Como pudemos comprovar com a pandemia de Covid-19, a higiene é uma parcela importante na contenção da proliferação de vírus e bactérias. Em qualquer lar, assim como em ambientes hospitalares, a limpeza é uma notável aliada para que os residentes permaneçam saudáveis e seguros.


Preste atenção aos cheiros do local, à higiene dos diversos espaços e às condições do mobiliário.


 


É importante entender também quem faz a limpeza dos quartos. Alguns lares deixam os residentes que têm boa condição física responsáveis pela higiene dos seus aposentos, e isso é extremamente relevante para manter o sentido de responsabilidade dos idosos. Mas se o seu familiar não tem essas condições, deixe claro durante a sua visita.

Se o seu familiar for um idoso acamado, observe se o local está preparado para a higiene de residentes com essas características, que necessitam de mais cuidados e auxílio para fazer a sua higiene pessoal. Não se coíba de fazer perguntas sobre os cuidados e a frequência das higienes.



3. O lar tem um bom ambiente?

O ambiente do lar é mais um tópico imprescindível para que os residentes idosos tenham o bem-estar necessário durante a sua estadia.

A presença de área externa com jardim pode ser mais um ponto positivo a analisar durante a sua escolha de lares, já que a paisagem natural é terapêutica e funciona como um escape ao ambiente interno e com luzes artificiais.


Verifique se a luz e a temperatura são adequadas, e se o espaço transmite bem-estar.



Outro elemento para observar são os mobiliários utilizados pelo lar, já que os idosos muitas vezes apresentam dificuldades de locomoção e necessitam de adaptações para se sentirem confortáveis num ambiente.



4. Que documentos estão afixados?

Para que tenha a certeza de que o lar que visitou é licenciado, é essencial estar atento para a presença de documentos afixados, como por exemplo licenças de funcionamento, regulamento interno, e horários de visitas definidos.

A presença de um alvará (dentro da sua validade) dá-nos a certeza de que o lar possui as instalações, equipamentos e recursos humanos propostos por lei, e consequentemente, de que terá um compromisso em proporcionar bem-estar mental e físico ao seu familiar.


Devem estar afixados e acessíveis licenças de funcionamento, regulamento interno e horários de visita definidos.



É importante escolher um lar de idosos licenciado porque só assim tem a certeza de que o local é seguro, e não terá nenhuma das situações que podem ser encontradas em lares ilegais, como a sobrelotação, maus-tratos, ou espaços indiferenciados e improvisados.

Ainda no tema dos documentos, após a escolha do lar ideal, é necessária uma leitura atenta ao contrato, para que saiba quais são os serviços acordados entre a instituição e o residente idoso, e não tenha surpresas.



5. Como são os profissionais do lar?

Por último, é primordial verificar a forma como os profissionais do lar o tratam durante a sua visita. Eles são cordiais? Tiram todas as suas dúvidas? Reparam na sua presença? Isso pode espelhar se eles estão preocupados com os residentes e as suas necessidades individuais.

Outro ponto para observar é a apresentação dos profissionais. Por exemplo, se a farda demonstra cuidado com a higiene, se eles estão todos identificados com o nome e a ocupação dentro da instituição.


Os profissionais são quem fará parte do dia-a-dia dos idosos, por isso, é muito importante que entendamos como é o relacionamento destas pessoas com os restantes residentes.



A qualidade no tratamento com os idosos também é essencial, por isso, atente-se em como os residentes são cuidados. Preocupam-se em saber se o idoso consegue entender o que dizem? Os profissionais tratam os idosos pelo nome? Demonstram respeito pela individualidade dos idosos?



Estes foram os nossos 5 pontos para observar na primeira visita a um lar de idosos, mas lembre-se de perguntar qualquer dúvida que surja durante ou depois da sua visita. Para o ajudar a preparar questões, vale lembrar o nosso texto que apresenta as 3 coisas que um lar de idosos nunca lhe dirá no primeiro contato.

Com esses pontos e preocupações resolvidos, com certeza encontrará um ótimo lar para ser a casa do seu familiar idoso pelos próximos anos.



Procura lar para um familiar idoso? 

Submeta um pedido ou ligue 939 667 800.

Ao visitar o nosso site, aceita os cookies que usamos para melhorar a sua experiência de navegação. Pode ler a nossa politica de privacidade e cookies.

Ajuda?

(+ 351) 939 667 800