Como lidar com um idoso com Alzheimer no dia-a-dia

Por Leonor Atalaia , 06 de Dezembro de 2019 Demência

Conviver e cuidar de um idoso com Alzheimer é uma realidade cada vez mais frequente das famílias portuguesas e este facto tem gradualmente colocado o tema na ordem do dia na política e nas instituições.  É agora cada vez mais importante desmistificar a doença e educar os cuidadores formais e informais no sentido de saberem como lidar com pessoas com esta doença (ou outra forma de demência).

Fala-se de humanização dos cuidados, empatia e comunicação, mas o que é isto em termos práticos no dia-a-dia de quem cuida de um familiar idoso com Alzheimer? O que tem impacto no bem-estar familiar e na qualidade de vida da pessoa idosa e do seu familiar cuidador?

Ler mais

Os efeitos da música na pessoa com demência

Por Leonor Atalaia , 25 de Novembro de 2019 Demência

​As pessoas com demência experienciam uma série de sintomas debilitantes que têm um grande impacto na sua capacidade de realizar autonomamente atividades no dia-a-dia. As mudanças neurológicas no idoso causam desorientação temporo-espacial, diminuição da capacidade de comunicação, perda de memória e ainda sintomas comportamentais como apatia, agitação, agressividade.

Estudos atuais apontam para a eficácia da música como uma alternativa simples, sem efeitos colaterais e de baixo custo para amenizar os sintomas da demência. Saiba mais!

Ler mais

Como tornar a sua casa amiga do idoso?

Por Leonor Atalaia , 18 de Novembro de 2019 Idosos

Quando pensamos na maneira como gostávamos de envelhecer, existe a tendência para pensar em permanecer em nossa casa, perto dos amigos de longa data e fazer as atividades diárias do costume. Para que isso aconteça, a sua habitação tem de ter as condições adequadas. Assim, para garantir um dia-a-dia mais facilitado ou mesmo para poder receber um familiar idoso em sua casa, é necessário tomar medidas para que a casa se torne mais amiga do idoso.

Ler mais

Boas práticas no planeamento de altas com indicação para lar de idosos

Por Leonor Atalaia , 28 de Outubro de 2019 Profissionais

Com o avanço da idade, a capacidade funcional das pessoas idosas diminui. Este acontecimento está associado a perdas fisiológicas e orgânicas, que podem ser mais ou menos acentuadas pelo estilo e condições de vida e pelo contexto em que a pessoa se encontra, e que podem desafiar a capacidade de se adaptar às condições do próprio meio.

​Mais expostos e vulneráveis aos processos patológicos, os idosos tornam-se assíduos utilizadores do sistema de saúde, sendo frequente a necessidade de internamento.

Ler mais

Ao visitar o nosso site, aceita os cookies que usamos para melhorar a sua experiência de navegação. Pode ler a nossa politica de privacidade e cookies.

Aide?

 

(+ 351) 939 667 800