5 formas de estar perto dos seus familiares idosos nesta Páscoa

Por Susana Pedro , 07 de Abril de 2020 Idosos


​A Páscoa é tipicamente uma altura festiva em Portugal e em toda a Europa. Sendo um momento tradicional de reunião familiar, este ano terá de ser diferente. Devido ao surto pandémico da Covid-19, não nos podemos deslocar para perto da família, principalmente daqueles que habitualmente visitamos na altura da Páscoa. No entanto, este não tem de ser um fim de semana solitário, na verdade pode ser uma ótima oportunidade para nos animar e nos distrair das notícias.

A constante necessidade de atualização relativamente ao Estado de Emergência mergulha-nos num clima de constante preocupação e incerteza. Com a imposição de confinamento ficamos com mais tempo livre para seguir as notícias mais relevantes do dia e acabamos por despender bastante tempo para o fazer. Atenção: não está errado que o faça, muito pelo contrário. Simplesmente aproveite este fim-de-semana para se abstrair do mundo e investir toda a sua energia naqueles de quem gosta.



​Todos festejam de formas diferentes, mas com a família reunida

Independentemente de ser um momento religioso ou não, o feriado da Páscoa é alegre e pode ser um ótimo momento para (mesmo que virtualmente) se reunir com familiares e amigos, mesmo os mais idosos. Alguns preferirão ver a missa de Páscoa ou A Paixão de Cristo, e outros apenas comer chocolate e folar. Mas isso não interessa muito pois, no fim de contas, a Páscoa é especial para todos por se tratar de uma ocasião propícia para reunir a família.

Para ajudá-lo a aproveitar o feriado enquanto fica a família toda segura em casa ou num lar de idosos, reunimos algumas maneiras festivas de comemorar com os mais velhos, mesmo que se encontrem longe.



Aproxime-se dos mais idosos com algumas dicas simples


1 - Envie um miminho personalizado pelas crianças

Volte um bocadinho atrás no tempo e peça às crianças para desenhar um postal para enviar pelo correio aos avós. Pode ser um lindo desenho original, ou mesmo um desenho temático impresso e colorido pelos mais novos. Podem também fazer colagens com recortes de revistas ou papéis coloridos, glitter e fitas decorativas diferentes.

Quanto mais colorido, mais alegre o resultado final vai ficar, e bem precisamos de alegria nas nossas vidas. O importante aqui é que as crianças ponham todo o amor pelos idosos num pedacinho de papel ou cartolina, que os avós vão certamente guardar com muito carinho.



2 - Ou uma carta à moda antiga para os pais ou avós idosos

Aliado à dica anterior, pode enviar um pequeno testemunho de quanto os mais velhos fazem falta nesta altura festiva. No postal já desenhado ou colorido pelos mais novos, deixe uma palavra de incentivo aos idosos. Pode pedir aos mais novos que ditem o que querem escrito nos seus postais, e mesmo que não saibam escrever fica imortalizado.

Ou pode mesmo pegar numa folha de papel e escrever uma longa carta manuscrita, exactamente como se fazia há anos. Escolha um papel mais grosso, com ou sem linhas, para facilitar tanto a escrita como a leitura. Tenha cuidado em não escrever demasiado pequeno, para ser facilmente compreendido por quem lê. Pode pedir também aos mais pequenos que já saibam escrever para darem «uma palavrinha» aos avós, ou apenas para assinarem o seu nome, na sua carta.



3 - Faça uma sessão fotográfica e aumente a coleção do idoso

Para além disto, pode também enviar uma fotografia física das crianças: os avós adoram ter muitas fotografias em exposição, e fá-los-á certamente sorrir sempre que olharem para elas. As fotografias podem ser temáticas, com ovinhos da Páscoa, chocolates e sorrisos alegres. Pode também incluir um autocolante ou glitter. Se conseguir, alie a fotografia a uma moldura brilhante, e terá de certeza um sorriso dos mais velhos na próxima vez que se virem. Esta moldura não convém ser demasiado fina ou sensível, pois vai ser enviada por correio. Lembre-se sempre de acondicionar corretamente os objetos que envia.


Nota: Por uma questão de segurança, envie estes miminhos com duas embalagens: uma exterior e outra mais interior. ​A embalagem exterior vai ser manuseada por várias pessoas, pelo que deve ser deitada fora assim que possível. Desta forma, a embalagem interior poderá chegar ao idoso, mesmo que ele viva num lar de idosos, e fazer ainda assim uma grande surpresa. Lembre-se que a segurança é hoje a grande prioridade.



4 - Não se esqueça daquele doce que é tradição

Sabe aquelas bolachinhas que costuma sempre comer com o seu pai idoso na tarde de Páscoa, acompanhado de um chá? Ou aquele folar que ia buscar à padaria na esquina e era sempre um sucesso? Não tem de passar sem os partilhar nesta Páscoa.

Pode pegar na receita da avó e fazer todas as delícias tradicionais que costuma partilhar, e enviar para o idoso através de um estafeta. Ou, melhor ainda, pode encomendar aquele magnífico folar e pedir que entreguem na morada do seu familiar idoso. Muitas padarias e pastelarias estão a fazer serviços de entrega de encomendas à porta, de forma segura. Telefone ao estabelecimento da sua preferência e pergunte se fazem entregas.

Se tal não for possível, e viver em Lisboa, Aveiro, Coimbra, Porto, Funchal, Braga ou Évora, pode sempre contar com o Uber Eats. Com imensos restaurantes e estabelecimentos aderentes, pode escolher entre uma sobremesa típica desta festividade ou ir encomendar até um almoço completo para o idoso. Esta aplicação dá-lhe informação em tempo real de onde está a encomenda, pelo que pode estar a par de quando chega a casa do seu familiar idoso.



5 - Partilhe os melhores momentos em tempo real

Claro que a Páscoa é uma altura para partilhar em família, e não é por estar fisicamente longe que não pode partilhar alguns momentos com os seus familiares idosos. Ensine-os a fazer uma videochamada através do Facebook ou do Zoom, no computador. Pode aceder facilmente a estas aplicações através do computador, onde o idoso poderá ver toda a gente reunida, ainda que fisicamente não possam estar juntos.

Caso o idoso não tenha computador ou simplesmente não seja possível fazer uma videochamada, pode sempre telefonar. Aquele telefonema de sexta-feira santa ou domingo à tarde pode fazer maravilhas pelo estado de espírito do idoso. Faça-o sentir-se incluído nas festividades. Faça perguntas sobre como foi este feriado diferente, longe mas muito perto de quem ama.



Uma Páscoa em família, mesmo que fisicamente longe

Não é por esta Páscoa não podermos deslocar-nos à terra ou a casa daquele familiar idoso que temos de estar emocionalmente longe. Todas as formas de partilhar um bocadinho do seu espírito festivo são válidas para trazer alegria àqueles que estão longe fisicamente. Aproveite este momento para mitigar um bocadinho a solidão dos seus familiares idosos, estejam nas suas casas ou num lar. O importante é sempre fazer com que os idosos não se sintam sozinhos, diariamente, mas particularmente nas alturas festivas.


​​
Procura Lares e Residências para Idosos?

Saiba se há vagas disponíveis | Ligue 939 667 800 

Ao visitar o nosso site, aceita os cookies que usamos para melhorar a sua experiência de navegação. Pode ler a nossa politica de privacidade e cookies.

Ajuda?


Para saber preços e vagas?

Ligue 939 667 800