Guia essencial de contratação para lar de idosos

Por Mariana Camargo , 13 de Junho de 2022 Profissionais


A contratação de profissionais para um lar de idosos pode ser motivo de preocupação para os diretores técnicos, responsáveis por encontrar e contratar pessoas com as características de que o lar necessita. Construir uma equipa com diversos talentos é um dos principais desafios para garantir o sucesso de qualquer empresa, e nos lares de idosos não seria diferente. Para isso, é necessário garantir boas contratações, e posteriormente, retê-las a trabalhar no seu lar.

Perguntas como: «Qual o nível de formação? Quantos anos de experiência? Precisa de referências anteriores? Possui postura profissional e empatia com os idosos?» podem estar na sua mente antes de iniciar um processo seletivo para uma nova vaga no lar. Com essas dúvidas em mente, a Lares Online preparou neste artigo um guia, com o passo-a-passo essencial para contratar rapidamente profissionais de qualidade para o seu lar.



Definir o perfil do profissional a contratar


O primeiro passo para contratar um novo profissional é definir os detalhes da vaga que quer preencher.
Esse é um passo importante, afinal quanto mais informações existirem sobre as vagas, maiores serão as probabilidades de contratar a pessoa certa. Para definir requisitos, pode ser importante conversar com os outros profissionais, e compreender quais serão as atividades principais da função.


O responsável deve definir um perfil ideal do profissional que quer contratar para o seu lar, para descrever em pormenor na vaga a ser publicitada.



Cabe ao diretor técnico decidir quais são os tipos de exigências e as habilitações necessárias. Sem esses detalhes definidos, as probabilidades da contratação não ser certeira são grandes. Vale a pena ter em mente que é melhor contratar pessoas com experiência passada na área, também aqueles que têm formação especializada e assim estarão mais preparados para realizar as funções diárias. Alguns lares não se importam de contratar pessoas sem experiência, para serem formadas no próprio lar, sem vícios anteriores, mas tudo deve estar definido no momento de publicitação da vaga.



Selecionar candidatos para o lar


O segundo passo, após a definição de todos os detalhes da vaga, é estudar o perfil dos candidatos que surgiram, para poder assim selecioná-los e contactá-los para futuras entrevistas. Devemos alertar que o trabalho no lar de idosos deve ser sempre o mais dedicado possível, para que a qualidade de vida dos idosos esteja sempre em primeiro lugar com o melhor cuidado e tratamento possível. É crucial optar por profissionais que mostram o desejo de continuar sempre a aprender, além de ser importante ter boas referências de anteriores patrões.



Mantenha-se fiel ao perfil ideal para o seu lar de idosos, e selecione os candidatos com as características mais aproximadas.



Vivemos hoje numa era com fácil acesso a informação, por isso, procurar informações sobre os candidatos não é uma tarefa difícil. Com base em pesquisas no perfil do candidato, é possível saber onde trabalhava anteriormente e entrar em contato com a empresa anterior, para obtenção de informações simples, tais como forma de trabalho, compromisso e confirmação de competências. Os candidatos que estiverem mais alinhados com o que procura para o seu lar de idosos deverão ser contactados e chamados para uma entrevista, idealmente presencial.



Preparar a entrevista aos profissionais


Para as entrevistas pessoais, é importante que sejam selecionados somente aqueles profissionais que o lar realmente achar que são excelentes candidatos para preencher os requisitos definidos. Para encontrar o melhor profissional para a sua vaga, é necessária alguma preparação. Pode criar um roteiro, com questões focadas nas necessidades da vaga e consequentemente da empresa antes do dia da entrevista. Para elaboração desse roteiro, pode e deve pedir ajuda aos seus colegas, que já atuam na área da vaga que está aberta. 


Com o perfil do candidato estudado e perguntas previamente preparadas, o responsável de contratação consegue garantir uma conversa produtiva, com todos os pontos importantes.



Não será necessário prender-se aos pontos que já estão bem descritos no currículo, e que são eliminatórios para a fase de entrevistas. Tente entrar mais na parte comportamental e observe tanto o conteúdo das respostas do candidato, como a sua postura. Durante a conversa, o responsável do lar deve ver como o candidato se comporta num ambiente profissional, além de percebero nível de empatia criada desde o primeiro momento.

Também devem ser observadas aquelas habilidades conhecidas como softskills. Estas são habilidades interpessoais não-técnicas que mostram muito do caráter do profissional e de como ele será no dia-a-dia no trabalho. Pode-se verificar, por exemplo, se o profissional sabe comunicar de forma simpática (o que dirá muito da forma como irá interagir com os idosos e colegas), se ele apresenta gosto quando fala nos cuidados e parece querer ajudar o lar a seguir em frente, e se tem empatia com as necessidades dos idosos.



Não ter medo de recomeçar a contratação


​Com estes pontos em mente, o processo seletivo para preencher as vagas abertas no seu lar de idosos terá grandes probabilidades de chegar aos melhores candidatos disponíveis. Mas não podemos deixar de ressalvar que nenhuma contratação, por mais cuidada que seja, é garantia de sucesso. Contudo, quanto mais estudado e aprofundado for todo o processo, mais fácil será encontrar pessoas alinhadas com os interesses do seu lar.

A Lares Online está sempre empenhada em trazer as melhores informações sobre os lares de idosos e como a sua equipa e atendimento podem sempre estar em evolução. Por isso, continue a acompanhar os nossos artigos para manter-se dentro das novidades do mercado e das melhores práticas a seguir para manter a qualidade de vida dos idosos em primeiro lugar.


O seu lar tem boas contratações?

Registe-se para divulgar o seu lar.

Se preferir falar connosco, ligue-nos para o 924 059 935.

Ao visitar o nosso site, aceita os cookies que usamos para melhorar a sua experiência de navegação. Pode ler a nossa politica de privacidade e cookies.

Aide?

 

Atendimento urgente (+ 351) 939 667 800